CFDs are complex instruments and come with a high risk of losing money rapidly due to leverage. 73% of retail investor accounts lose money when trading CFDs with this provider.
You should consider whether you understand how CFDs work and whether you can afford to take the high risk of losing your money.

CFDs are complex instruments and come with a high risk of losing money rapidly due to leverage. 73% of retail investor accounts lose money when trading CFDs with this provider.
You should consider whether you understand how CFDs work and whether you can afford to take the high risk of losing your money.

Bancos Centrais e Política Monetária

As decisões políticas tomadas pelos bancos centrais e governos têm um enorme impacto no preço de uma moeda ou par. Explicaremos como funciona a política monetária, quem são os maiores influenciadores e por que você precisa separar os falcões das pombas.

Alteração da política monetária

Compreender como os mercados esperam que os bancos centrais alterem a política monetária (taxas de juros) é fundamental para entender como os mercados avaliam os ativos financeiros.

  • “O Federal Reserve vai aumentar as taxas de juros?”
  • “É possível mais flexibilização quantitativa?”
  • “Quando eles vão fazer a sua jogada?”
  • “Quão altas as taxas podem ficar?”

O que você precisa considerar

Essas são questões que traders e investidores precisam considerar. Em termos de trading, a política monetária é provavelmente a área mais importante dos dados macroeconômicos.

Há duas formas principais de um país gerenciar a sua economia:

  1. Através de Política Fiscal (ou seja, impostos e gastos do governo)
  2. Através de Política Monetária (ou seja, quando um banco central altera o nível das taxas de juros).

Embora a política fiscal possa ter um impacto na economia, quando ocorrem mudanças na política monetária os mercados realmente prestam atenção.

O que é a Política Monetária?

Tradicionalmente, um banco central (como o Federal Reserve dos EUA ou o Banco Central Europeu) pode aumentar ou baixar as suas taxas de juro.

Após a crise financeira de 2008, as taxas de juros foram, em geral, reduzidas para zero (ZIRP – Política de taxas de juro zero), resultando na necessidade de medidas não convencionais de política monetária. Posteriormente, os bancos centrais introduziram uma FLEXIBILIZAÇÃO QUANTITATIVA usando dinheiro criado eletronicamente para comprar títulos (geralmente dívida soberana). Essa é uma política monetária projetada para aumentar os gastos do setor privado e ajudar a gerar inflação.

INFOBOX: Política monetária rígida x flexível

Em termos gerais, um banco central tem três opções em ma