CFDs are complex instruments and come with a high risk of losing money rapidly due to leverage. 62% of retail investor accounts lose money when trading CFDs with this provider.

You should consider whether you understand how CFDs work and whether you can afford to take the high risk of losing your money.

Please be advised that our Client Portal is scheduled for essential maintenance this weekend from market close on Friday 5th April, 2024, and should be back up and running before markets open on Sunday 7th April, 2024.

Temos o prazer de anunciar que estamos nos preparando para uma atualização em nosso Portal do Cliente, com o objetivo de melhorar sua experiência conosco. O Portal do Cliente não estará disponível para você a partir do fechamento do mercado na sexta-feira, 16 de fevereiro de 2024, e deverá voltar a funcionar antes da abertura dos mercados no domingo, 18 de fevereiro de 2024.

CFDs are complex instruments and come with a high risk of losing money rapidly due to leverage. 62% of retail investor accounts lose money when trading CFDs with this provider.

You should consider whether you understand how CFDs work and whether you can afford to take the high risk of losing your money.

Procurar
Close this search box.
Procurar
Close this search box.

Como a Teoria das Ondas de Elliott Pode Ajudar na Análise dos Mercados

Neste artigo, examinamos a teoria das ondas de Elliott e como ela pode ajudar a analisar os mercados para antecipar as flutuações de preços, observando e reconhecendo padrões de ondas recorrentes.
financial chart with line graph in stock market

A análise técnica e seu enquadramento teórico nos ensinam que a história se repete. É por isso que interpretamos eventos repetitivos como ciclos ou padrões.

A psicologia do trader cumpre um papel nesses padrões? Esperança e ansiedade são emoções comuns sentidas pelos traders, e isso muitas vezes se traduz em uma reação em manada aos eventos macroeconômicos do dia a dia.

No início dos anos 1920, o contador e autor Ralph Nelson Elliott identificou que o estado de espírito ou a psicologia em massa dos traders afetavam os preços de mercado de diferentes títulos.

Sua teoria, a Teoria das Ondas de Elliott, afirmava que os altos e baixos na psicologia dos traders (ou “ondas”) estavam diretamente relacionados às oscilações de preços para cima e para baixo. Em outras palavras, mudanças na psicologia em massa dos traders têm um impacto nos preços de mercado em padrões que podem ser identificados.

Mas essa teoria não é um método infalível ou comprovado. Os padrões estão abertos a interpretação, e diferentes analistas podem chegar a conclusões diferentes com base nos mesmos dados. Alguns traders podem preferir outros métodos para uma abordagem de análise de mercado mais baseada em dados.

No entanto, depois de fazer sua análise, os traders podem optar por usar esse método para confirmar os sinais que obtêm.

Índice:

 

Ondas Impulsivas e Corretivas

 

De acordo com a Teoria das Ondas de Elliott, os preços de mercado se movem em cinco ondas na mesma direção da tendência principal, acompanhadas por três ondas contra a tendência principal. As cinco ondas iniciais formam a tendência dominante impulsiva, enquanto as três ondas seguintes formam a correção contrária à tendência principal.

Elliot Wave Theory

Aqui, 3 ondas altistas (Ondas 1, 3 e 5) e 2 ondas baixistas (Ondas 2 e 4) formam a direção ascendente líquida e impulsiva da tendência.

Depois disso, há 2 ondas baixistas (Ondas A e C) com uma onda altista (Onda B) entre elas, formando a correção descendente.

 

Quais São os Parâmetros para o Cálculo das Ondas?

 

A sequência de Fibonacci é uma série de números onde cada um é a soma dos dois anteriores, começando com 0 e 1. Ela forma a base para a retração de Fibonacci, uma técnica que pode ajudar a medir o potencial comprimento das ondas dentro de uma estrutura de Onda de Elliott.

Confira nosso guia completo sobre retrações de Fibonacci para saber mais sobre como usá-las quando estiver analisando gráficos.

Exemplo 1: Entendendo a parte impulsiva                                       

 Elliot Wave Theory 2

Onda 1: Esta é uma fase altista. A análise do gráfico é fundamental, pois os breakouts são os primeiros sinais de uma onda de Elliott se formando, com uma segunda indicação sendo uma reversão de tendência após um breakout. Quando isso acontece, podemos definir uma correção severa de mais de 50% (com base na retração de Fibonacci).

Elliot Wave Theory 3

 

Onda 2: Esta é uma correção da Onda 1. Podemos esperar um recuo de não menos que 61,8% e não mais que 76,4% (de acordo com a retração de Fibonacci).

Elliot Wave Theory 4

 

Onda 3: Se a nova onda que se forma ultrapassar o comprimento da Onda 1, isso pode ser considerado outra confirmação da formação de uma Onda de Elliott. Essa nova Onda 3 tem uma projeção mínima de 161,8% (calculada de acordo com a extensão de Fibonacci) da Onda 2. Como regra geral, a Onda 3 costuma ser a mais forte das ondas impulsivas, e nunca é menor do que as outras duas ondas indicadas.

Elliot Wave Theory 5

 

Onda 4: Esta onda é uma correção da Onda 3. Uma regra fundamental é considerar um recuo que não ultrapasse a máxima da Onda 1. Geralmente tende a ser a mais irregular das ondas em termos de comportamento devido à retração que pode sinalizar em relação à Onda 3, alcançando correções de 38% (de acordo com a retração de Fibonacci) ou também validadas em torno de 23%.

Elliot Wave Theory 6

 

Onda 5: A Onda 5 supera a Onda 3. A chave é ter uma projeção de 161,8% da Onda 4 e comprimento semelhante à Onda 1. Uma de suas principais características é que ela compreende um aumento significativo no volume negociado, que geralmente não é acompanhado por um aumento significativo no preço.

Elliot Wave Theory 7

 

Exemplo 2: Entendendo a parte corretiva

Sem dúvida, é neste ponto que muitos traders se perdem, onde três ondas ocorrem em uma correção em zigue-zague, contrária às cinco anteriores.

Onda A: Esta é a primeira onda que parte do final da Onda 5. Ela consegue se desenvolver na mesma direção da Onda 4, mas geralmente não ultrapassa as máximas da Onda 3.

Onda B: Esta é a correção da Onda A, normalmente considerada até 50 a 62% e nunca deve exceder 75%.

Onda C: Tem o mesmo comprimento da Onda A. Alcança 150 a 161,8% da Onda B, ou 261,8% da Onda B em casos extremos.

Understanding the corrective tranche

 

Que Indicadores eu Posso Utilizar com a Teoria das Ondas de Elliott?

 

As ondas de Elliott podem ser uma ferramenta útil para muitos traders. No entanto, é extremamente importante lembrar que não se trata de uma teoria comprovada. Em vez disso, elas podem ser usadas junto com outros indicadores técnicos para identificar pontos de entrada e saída. Neste caso, essas ondas podem ser consideradas mais como padrões de confirmação do que padrões usados para identificar uma tendência.

A Convergência/Divergência das Médias Móveis (MACD) é um dos indicadores mais populares para combinar com a análise das Ondas de Elliott, sendo especialmente útil para traders iniciantes. Ele nos permite antecipar mudanças de direção e traz suporte à leitura das ondas para confirmar o início de um padrão de alta ou baixa.

O Índice de Força Relativa (RSI) é outro indicador útil junto com a Teoria das Ondas de Elliott, pois pode ser usado para medir a força da tendência e identificar reversões potenciais.

Por último, não se esqueça que cada abordagem analítica tem suas próprias aplicações e nenhuma oferece qualquer tipo de garantia. Portanto, tome decisões de trading com base em princípios robustos de gerenciamento de riscos e use ferramentas como contas de demonstração para testar suas estratégias.

Pronto para começar a negociar?
Publicações relacionadas
Debt and equity in balance - gearing ratio explanation
Guias de negociação
O Que é o Índice de Alavancagem em Trading?

Entenda essa métrica que os traders usam para avaliar alavancagem e risco. Aprenda a calcular a alavancagem, interpretar níveis saudáveis e arriscados e usá-la para tomar decisões de trading fundamentadas. Saiba qual é o índice ideal para diferentes estratégias e ativos.

The commodity Economic Metals list prices index table
Guias de negociação
Tendências das Commodities para 2024: Expectativas e Previsões

Perspectivas das commodities para 2024: expectativas para petróleo, gás, metais e agricultura. Conheça os principais fatores que impactam os preços das commodities, como a guerra na Ucrânia, o El Niño, a economia chinesa e muito mais. Fique por dentro das previsões para ouro, cobre, gás natural, commodities agrícolas e outros instrumentos de trading importantes.

Inscreva-se no nosso blog
Para as últimas notícias e recursos de trading enviados para o seu e-mail
rotator.png

Estamos lhe transferindo para nossa empresa afiliada, a Hantec Trader.

Observe que a Hantec Trader não aceita clientes dos EUA ou de outros países restritos.